“Regabofe d’abertura”

Por Rita Figueiredo

Numa altura em que tanto se produz, em que há tempo para pôr em prática ideias que já haviam sido pensadas e para experimentar novas, B fachada brinda-nos com esta delícia. Rapazes e raposas surgiu em agosto do último ano, num contexto pandémico, e conquista os que apreciam sons tradicionais modernizados. 

Catorze canções e um instrumental para todos os gostos que, a cada nova reprodução, pede outra ou uma mais detalhada interpretação. Do rock popular ao folclore moderno, estamos habituados a um Fachada incisivo, cujo maior trunfo é a linguagem comum e interventiva que marca, uma vez mais, presença neste seu último trabalho. 

Deste conjunto de originais, e a título mais pessoal, destaco Prognósticos, uma música de tom desolador e assombroso, que nos aproxima de uma realidade nua e crua sem fim que se lhe conheça.

Através de personificações e metáforas, entre os costumes e a modernidade, o tio B gosta de contar histórias enquanto nos faz recordar dos maiores da sua e nossa herança: Zeca e Fausto.

Bernardo Cruz Fachada, cantautor e multi-instrumentista português, vence pela originalidade e verdade que acrescenta naquilo que faz. 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s