Retrato

pergunto-me…

se na orla do teu nome 
o estalar das pedras se adivinha 
como o peculiar esquecimento 
que advém 
do princípio do andar das coisas amáveis 

como o fogo 
que advém dos mitos dos homens 
ou daqueles que caminham 
sobre o sonho 

perdoa-me… 

só cultivo os meus afetos 
na hora da despedida 

         Rodrigo Antas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s